‘Espadas’ são apreendidas após explosão em fábrica clandestina na BA; dono teve ferimentos graves

Caso aconteceu em Cruz das Almas, no recôncavo da Bahia. Município é um dos destinos mais procurados no estado durante o São João.

Explosão aconteceu no bairro Lauro de Passos, em Cruz das Almas — Foto: Divulgação/SSP-BA

Explosão aconteceu no bairro Lauro de Passos, em Cruz das Almas — Foto: Divulgação/SSP-BA

Cerca de 220 espadas foram apreendidas após uma explosão em uma fábrica clandestina em Cruz das Almas, no recôncavo da Bahia, quarta-feira (19). O município, que fica a cerca de 150 km Salvador, é um dos destinos mais procurados no estado durante o São João.

Conforme a Polícia Civil, o proprietário do estabelecimento estava no local no momento da explosão e ficou gravemente ferido.

A fábrica funcionava em uma casa no bairro de Lauro Passos. Policiais civis chegaram ao local após serem informados da explosão.

De acordo com a polícia, o dono da fábrica, identificado como Simônidas de Castro França Júnior, de 34 anos, manuseava os explosivos quando aconteceu o acidente. Ele foi atendido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

A Polícia Civil informou que o homem está internado em estado grave no Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus. Conforme a polícia, Simônidas de Castro será autuado em flagrante por fabricação de artefato explosivo e explosão, e ficará à disposição da Justiça após o atendimento médico.

Ainda segundo o órgão, também foram apreendidos uma furadeira e uma máquina de moer café, que estava com a pólvora, antes da explosão. Os materiais foram recolhidos para serem submetidos a uma perícia.

  • CRUZ DAS ALMAS